ICONE SE CELULAR FOI HACKEADO.png

Aqui, vamos listar os principais métodos para hackear dispositivos móveis (ou qualquer outro dispositivo conectado à internet):

  • Ataques sim swap: são ataques usados para que os criminosos possam transferir seu número de telefone para o chip deles e, assim, tomar suas contas.

  • Spyware: são vírus usados para invadir seu celular e roubar seus dados e informações; eles também garantem acesso direto ao telefone da vítima.

  • Evil twin networks: são redes falsas que copiam pontos de conexão legítimos; em geral, atuam como redes públicas de Wi-Fi às quais os mais desavisados acabam se conectando – aí, apresentam ao usuário uma página para “autenticação” na rede, e nestas páginas falsas acabam roubando os dados da vítima, até mesmo com cabos USB em estações de recarga de bateria.

  • Websites falsos: muitos golpistas usam websites praticamente idênticos a páginas legítimas (como páginas de bancos e instituições do governo, por exemplo); nelas, a vítima acaba preenchendo formulários entregando dados pessoais.

FOTO CELULAR HACKEADO.png

Como identificar se seu dispositivo foi invadido ?

  • Perceba se há algo que você não reconhece instalado no seu celular, como aplicativos que você não baixou, mensagens que você não enviou, compras que você não fez, ligações estranhas e todo tipo de arquivo, aplicativo ou atividade que saia do normal ou que você não consegue identificar.

  • Veja se seu celular está muito lento, mais do que o normal: já que muitos malwares usam muitos recursos de memória, isso vai tornar seu aparelho mais lento e pode diminuir consideravelmente o desempenho dele.

  • Outro sinal importante é notar se seus dados de internet móvel estão acabando rápido demais, mesmo que você não use tantos recursos; muitos vírus usam a conexão do seu aparelho para executar atividades online, e isto acaba esgotando seu pacote de dados móveis.

  • Além disso, é fundamental perceber qualquer outro comportamento estranho no seu aparelho: reiniciar sozinho, desligar mesmo com a bateria cheia ou não conseguir carregar o sistema são alguns sinais que indicam que ele foi infectado.

  • Um sintoma bem explícito de que seu celular foi hackeado é a exibição de pop-ups, aquelas janelinhas irritantes com anúncios – exibidas pelos chamados adwares.